A Estação de Serviço Orbital Russa (Ross) testará um conceito de espaçonaves que irão para outros planetas daqui algumas décadas. O anúncio foi feito por Dmitry Rogozin, diretor da Roscosmos (Agência Espacial da Rússia).

“Na verdade, a nova estação será um protótipo de módulos que em algumas décadas, chegarão a outros planetas do Sistema Solar com tripulações formadas por um grande número de especialistas que serão necessários para estudá-los”, disse Rogozin, parabenizando a Corporação Energia pelo seu 75º aniversário. Segundo o responsável da Roscosmos, a nova estação será radicalmente diferente do que existe hoje.

Uma concepção preliminar da Ross, futura Estação Espacial da Rússia

“A tarefa é extremamente difícil. Será, é claro, associada ao novo treinamento de especialistas no corpo de cosmonautas.”, observou ele. Rogozin disse em uma entrevista à Tass que enviou a Borisov, do Conselho Técnico-Científico da Roscosmos, um roteiro detalhado para o projeto. Ele esclareceu que a inclinação da órbita Ross (51,6 graus ou entre 97 e 98 graus) será determinada durante o projeto preliminar. O primeiro módulo da nova estação espacial da Rússia será lançado em 2025.

Fonte: Roscosmos – https://www.roscosmos.ru/32344/

Tradução: Eng. Rafael Cândido Jr.

Facebook Comments